quarta-feira, 28 de novembro de 2012

É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chopp é gelado. É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário, quando se vê de vez em quando. Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E perde o charme. O prazo. A identidade. A coerência. O rebolado. Nessas horas é que se vê o verdadeiro amor, aquele que é companheiro, que quer o bem acima de qualquer coisa. E é esse o amor que dura pra sempre. Na verdade esse é o único que pode ser chamado AMOR!

6 comentários:

  1. Olá querida! Lindo texto! Já conhecia, mas, sempre penso, em seguida: "verdade verdadeira".
    Conheci seu blog pelo Blah-blogueiros.
    Bem bacana, o seu cantinho aqui!
    Estou seguindo. Se quiser, dá uma passadinha no Xodó. Será muito bem-vinda!
    Deus te abençoe!
    ;)
    www.xodo.blog.br

    ResponderExcluir
  2. Super verdadeiro. Amor completo. Parabéns pelo texto. Parabéns pelo blog. Cuide-se bem...

    ResponderExcluir
  3. Oiiiê minha flor, é dificil sim viu, muito mais dificil é quando você pensa que ama e durante esse período problemático você descobre que nada faz sentido....Flor, a vida é isso ai: os relacionamentos eles vêm e vão e os sentimentos acompanham de maneira descordenada, porque cada dia é uma descoberta, de tudo: do parceiro, do problema do outro, do amor....do defeito do outro...e, por ai vai... Gosto de vir aqui....mesmo que não comente, mas, passo sempre aqui....Bjkas paz e luz pra ti.

    ResponderExcluir
  4. HAHAH ! Adorei *-*
    Muito lindo o texto e a imagem *-*
    beijos & abraços ! ♥

    www.coisitasm.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Amei *--*

    http://complicadanavida.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá, Adoro ter você aqui!
Obrigada por comentar

Deixe seu link para retorno.